Mineração de Esmeraldas no Brasil

Informações sobre a mineração de esmeraldas no Brasil.

 0  674
Mineração de Esmeraldas no Brasil

Atualmente as esmeraldas são extraídas nos estados do Ceará, Bahia, Goiás e Minas Gerais. Além das esmeraldas, o Brasil também produz importantes variedades de berilo.

Segundo Sinkankas (1981): “No que diz respeito aos berilos de gemas, Minas Gerais é o produtor mais importante do mundo, superando todos os outros países tanto em termos de maior produção sustentada ao longo de vários séculos quanto em qualidade (com exceção notável dos berilos rosa, o melhor dos quais provém de Madagascar).”

Percepções de qualidade

Desde a década de 1970, o Brasil tem servido como uma das poucas fontes consistentes de esmeraldas com qualidade de gema no mundo. Devido às esmeraldas brasileiras serem referidas como berilo verde até a certificação pela AGTA (American Gem Trade Association) na década de 1960, há percepções de que elas sejam de qualidade inferior às esmeraldas colombianas. A qualidade da esmeralda não é determinada pela fonte, mas pela gema individual.

A Colômbia fornece a maioria de todas as esmeraldas com qualidade de gemas no mercado mundial, mas a qualidade das esmeraldas que produzem é um intervalo. Alguns são tão fortemente incluídos que são rochas verdes, e alguns são tão claros que vão a leilão. O intervalo é aplicável a todas as fontes de esmeraldas, embora as porcentagens de esmeraldas que podem ser usadas em joias variem entre elas e variem de ano para ano. Isso ocorre porque a quantidade de tempo entre grandes descobertas pode ser de anos.

Com isso dito, o Brasil é capaz de produzir esmeraldas de qualidade igual ou melhor que a Colômbia. Novamente, depende da gema individual. Como avaliação média de tudo o que exportam, as esmeraldas brasileiras tendem a ser mais claras em tom e saturação do que as colombianas.